preloader

DevOps e Kubernetes: uma dupla eficiente e complementar

DevOps e Kubernetes

Na busca por eficiência e produtividade cada vez mais empresas estão adotando o DevOps em suas operações. Parte deste resultado é alcançado com a utilização dos containers e para isso, o Kubernetes é a ferramenta fundamental na orquestração desses ambientes.

Dessa forma, neste artigo vamos explorar as relações entre DevOps no mundo corporativo, cultura ágil, a função dos containers em pipelines CI/CD e a integração do Kubernetes no pipeline DevOps.

Vamos trazer um olhar analítico sobre como essas soluções são estruturadas e a partir daí entender como podem funcionar juntas, trazendo resultados satisfatórios para a sua empresa.

Leia Também

Implementar o DevOps vai além da mudança cultura

Antes do DevOps alcançar a popularidade atual, as equipes de desenvolvimento e operações trabalhavam em silos, ou seja, isoladas do restante da organização como um todo, com processos, metas e ferramentas independentes.

Implementar o DevOps corretamente ajuda a resolver gargalos e auxilia diferentes equipes a entenderem os processos uma das outras. Esse tipo de mudança é cultural, pois forçam os processos e fluxos de trabalho a se sobrepor e funcionar em conjunto.

Mas vale reforçar que apenas mudanças culturais não são suficientes para solucionar todos os problemas existentes com equipes que trabalham isoladas, pois mesmo que o time adote a mudança de cultura, ainda restam as questões de ferramentas e infraestrutura.

Para resolver esses problemas técnicos, as equipes de DevOps usam pipelines que incorporam automação e configurações, com sistemas de controle de versão utilizados pela equipe de desenvolvimento. Essa integração permite o teste e a revisão do código.

Adotando essa prática, podemos garantir que os processos se alinhem em vez de competirem uns com os outros, além de eliminar a necessidade de gargalos por motivos de espera. Os pipelines criam visibilidade em todo o ciclo de desenvolvimento de software e essa visibilidade facilita a identificação e a solução de problemas desde a fase inicial.

Mas e quando as equipes ficam restritas por conta das suas ferramentas e o DevOps começa a ser implementado em nuvem?!

Kubernetes é ideal para migrar sua infraestrutura DevOps para a Nuvem

O Kubernetes é um ótimo aliado para ajudar na transição da infraestrutura para nuvens públicas, como por exemplo a AWS, presente em soluções da Vertigo.

Quando o pipeline está implementado, ele pode agilizar os processos da sua empresa, contudo, muitos deles podem ser remendados a partir de uma variedade de ferramentas independentes. Para integrar essas ferramentas, a conteinerização é uma solução bastante eficiente.

Com a conteinerização, as equipes de DevOps têm a possibilidade de dividir suas cadeias de ferramentas ou funcionalidades individuais em microsserviços, que podem ser separadas e executadas de forma independente do ambiente. Essa ação permite facilmente a substituição das ferramentas e modificações sem interromper o restante do pipeline.

O Kubernetes permite que você organize a sua infraestrutura como código. As suas aplicações e ferramentas podem ser disponibilizadas para o Kubernetes, assim como os controles de acesso e os bancos de dados. Sendo assim, também é possível gerenciar as configurações do ambiente como código.

Em vez de executar um script sempre que precisar implantar um novo ambiente, você pode fornecer ao Kubernetes um repositório de origem contendo arquivos de configuração.

Além disso, o código pode ser gerenciado usando sistemas de controle de versão, assim como seus aplicativos em desenvolvimento. Isso torna mais fácil para as equipes definir e modificar a infraestrutura e as configurações, permitindo o envio de alterações para o Kubernetes para serem tratadas automaticamente.

DevOps e Kubernetes permitem o tempo de inatividade zero

As atualizações recorrentes e os recursos de reversão automatizada do Kubernetes possibilita a atualização ou correção de bugs da sua aplicação, sem interromper o seu funcionamento. Em sistemas monolíticos, você precisa interromper as funcionalidades da sua aplicação e realizar as atualizações, mas através da cultura DevOps, você pode usar o Kubernetes para deslocar o tráfego nos serviços disponíveis, atualizando um cluster por vez.

Como muitas metodologias ágeis, o DevOps procura aprimorar o ciclo de desenvolvimento de software. Para esse tipo de ação, os pipelines dependem fortemente de colaboração, comunicação, integração e automação.

Utilizar containers e microsserviços aceleram o desenvolvimento e permitem modificações em pequena escala. Isso garante que você possa atualizar sua aplicação sem deixá-la inoperante, com o tempo de inatividade zero.

Leia mais

A Vertigo tem soluções para criar sua infraestrutura sob demanda

Escolher o parceiro ideal para realizar o processo de Transformação Digital na sua empresa, é um fator determinante para o sucesso em um mercado cada vez mais competitivo.

Já vimos que é de suma importância implementar o DevOps de forma correta. Além disso, o Kubernetes disponibiliza a funcionalidade de catálogo de autoatendimento, permitindo assim a criação de uma infraestrutura sob demanda.

Aqui na Vertigo trabalhamos com parceiros qualificados como a Weaveworks para realizar o gerenciamento de cluster Kubernetes, também somos especialistas em serviços em nuvem, proporcionando a utilização de recursos da AWS, que são expostos por meio de serviços abertos e padrões de API.

Sua empresa já utiliza Kubernetes e faz parte da cultura DevOps? Entre em contato com o nosso time, teremos o prazer em te ajudar.


Author avatar
Marketing Vertigo