preloader

O que é um pipeline de CI/CD? Entenda

Na base de todo fluxo de trabalho bem sucedido em DevOps está o método de integração e entrega contínua, popularmente conhecida pela sigla CI/CD – continuous integration e continuous delivery. Entregar aplicações com frequência aos clientes é uma das premissas da cultura DevOps, que torna o teste e a entrega de softwares mais estáveis e ágeis.

Um pipeline de CI/CD representa uma cadeia de etapas que são realizadas até que a versão final de um software seja disponibilizado. Neste contexto, equipes cada vez maiores estão inseridas em projetos robustos e organizar o processo de trabalho se torna cada vez mais necessário.

Mas você ainda não sabe do que se trata um pipeline de CI/CD? Não tem problema, leia esse artigo e veja como ele pode mudar a sua forma de enxergar seus métodos de trabalho.

Integração e entregas contínuas: como funciona?

O pipeline de CI/CD envolve tanto o monitoramento quanto a automação que são responsáveis pela otimização do processo de desenvolvimento de aplicações, incluindo as fases de testes iniciais, além dos estágios de entrega e implantação.

Para que isso seja realizado de maneira assertiva, são definidos pipelines de integração e entrega contínua (CI/CD) que consiste na prática de acelerar a entrega de softwares.

Veja como a esteira de entregas contínuas através de um pipeline CI/CD, presente nas soluções da Vertigo, pode tornar a vida das equipes de desenvolvimento mais práticas e seguras.

Etapas e processos do pipeline de CI/CD

O pipeline de CI/CD é dividido em estágio com tarefas distintas. Vamos conhecer o passo a passo bastante comum em projetos.

Quando o desenvolvedor escreve seu código, é necessário que se realize testes unitários básicos. Depois, o programador responsável pode validar o que foi escrito, insere tudo no pipeline.

Dessa forma, o primeiro elemento de processamento dentro do pipeline é o teste unitário automatizado, que inclui testes de cada componente. Ao concluir essa etapa, o pipeline realiza o movimento de confirmação deste código para o repositório.

A integração contínua começa daqui para frente, pois a pull request é criada de forma automatizada e a construção controlada é formulada.  De forma paralela aos Gated Builds, o pipeline realiza outros testes unitários e realiza uma varredura no código.

Nessa etapa, o código torna-se visível para outros desenvolvedores, o que diminui chances de inconsistência no código.

Ao realizar todas as etapas anteriores, a pull request é validada, as peer reviews (revisões por pares) efetuadas e a construção de integração contínua é estabelecida. O pipeline muda para o modo de entrega contínua e os testes para verificar se as funcionalidades críticas do programa estão funcionando sequencialmente nos ambientes QA e Dev.

O ambiente responsável pela qualidade da aplicação também é testado através de regressão automatizada, assim é possível localizar quaisquer defeitos adicionais ou falhas críticas.

As etapas finais no pipeline de CI/CD incluem arquitetar o código e autorizá-lo junto ao ambiente de produção.

Todo o processo foi realizado de forma automatizada, o programador só precisou desenvolver o código para atender aos requisitos de sua aplicação e o processo seguinte foi realizado de forma segura, previsível e com velocidade.

Planeje seu fluxo CI/CD com as soluções DevSecOps da Vertigo

A prática DevSecOps é uma evolução do movimento DevOps. Consiste em planejar toda a infraestrutura e segurança das aplicações desde o início do build. O que significa automatizar algumas portas de segurança, evitando que o fluxo de trabalho do DevOps seja prejudicado. Para saber mais sobre o tema, basta clicar aqui.

Buscando a maior segurança para suas aplicações, utilizamos a solução em nuvem com o Hashicorp Vault dentro de nossos projetos. Através dela, sua empresa terá proteção avançada, criptografia de dados e gestão completa de segredos.

A cultura DevSecOps promove, além da integração e testes contínuos, a segurança em cada etapa do processo para garantir um fluxo seguro e ágil. A solução Hashicorp Vault, por exemplo, promove a segurança contínua e reduz as vulnerabilidades do ambiente de produção. Além de:

  • Gestão e proteção de segredos: tenha controle sobre os níveis de acessos  das suas aplicações com acesso e distribuição das senhas de forma dinâmica e centralizada.
  • Segurança com qualquer identidade: utilize qualquer provedor de identidade confiável pois não exige regras de firewall complexas e atualizações frequentes.
  • Integração: tenha um ambiente e fluxo de trabalho consistente, auditado e seguro, através da requisição de senhas para os sistemas. É possível o suporte para nuvens públicas, data centers privados e uma ampla variedade de sistemas de endpoint.
  • API-driven: realize todo o processo de automação através do uso de CI/CD, tenha proteção e controle do acesso a segredos. O desenvolvedor pode se preocupar apenas em escrever o código e realizar o restante do processo de forma simples e segura.

A sua empresa está preparada para a Transformação Digital adotando pipelines de CI/CD?

Somos parceiros de grandes empresas do setor público e privado, com o know how para implementação de soluções inovadoras. Atuamos há mais de duas décadas ajudando líderes inovadores que buscam soluções inteligentes alinhadas com o que há de mais moderno no mundo da tecnologia.

Quer estar um passo à frente dos seus concorrentes? Entre em contato com o nosso time especializado em Transformação Digital e teremos prazer em te ajudar.


Author avatar
Marketing Vertigo