preloader

Transformação Digital no setor público: Governo Federal anuncia novas diretrizes para gestão de compras públicas

A aceleração no processo de Transformação Digital do setor público já é uma realidade para o Governo Federal. Uma prova disso é a intermediação feita em projetos de TI pelo Cofiex, no qual dedicamos um artigo recente sobre o tema, que você pode ler aqui.

Com a pandemia, a busca por soluções tecnológicas teve um aumento considerável dentro das empresas e o movimento tomou um caminho de crescimento exponencial. Os impactos dessa demanda atingiram diversos segmentos e não foi diferente para o setor público, que busca modernizar seus sistemas para agilizar processos e melhor atender a sociedade. Não à toa, há uma rigorosa e longa lista de diretrizes a serem respeitadas na adoção de soluções e parceiros ideais.

Nesse artigo, você vai conhecer as novas diretrizes para gestão de compras públicas, que marca um novo momento para a aquisição de produtos e serviços digitais junto às instituições. Além disso, confira também o impacto na contratação de mão de obra qualificada para implementação da transformação digital no setor público.

Entenda as novas diretrizes para gestão de compras públicas

A Secretaria de Gestão do Ministério da Economia publicou em 20/07/21, uma nova portaria sobre governança das contratações do Executivo em geral. Agora existe um plano geral para orientar as etapas que envolvem processos de compras públicas.

A portaria conta com documentos, diretrizes e competências e busca maior participação da administração nos processos.

Veja o que disse Cristiano Heckert, Secretário de Gestão no Ministério da Economia, sobre a nova portaria:

“Essa norma que agora está sendo oficializada é sobre como o órgão arruma sua casa para contratar bem. Como ele se organiza em termos de planejamento de procedimentos, de pessoas, para que esteja apto a fazer boas contratações.”

Já o secretário adjunto, Renato Fenili, complementou explicando que a norma não está em um nível operacional e também abrange todas as diretrizes, os elementos principais da governança em contratações. Confira:

“Ela (a norma) pega todas as diretrizes, os elementos principais da governança em contratações. Ela não está no nível operacional. Por isso a gente não fez uma instrução normativa. E ela diz o seguinte: o órgão público para ficar bem na fita em contratações, tem que colocar alguns artefatos de governança para rodar. Um deles é o plano de contratações anuais. Outro é um plano de logística sustentável, outro é a gestão de competências.”

Confira as falas:

Com as novas diretrizes, os órgãos poderão responder aos requisitos para a contratação de serviços com mais clareza, através de processos organizados gerando maior assertividade e economia.

Para saber mais sobre as novas diretrizes, a Secretaria de Gestão (SEGES) fez um webinar no dia 20/07/1, confira o vídeo completo aqui.

A Vertigo é parceira em projetos de transformação digital no setor público

Com vasta experiência na implementação de projetos complexos que visam a transformação digital das instituições, a Vertigo Tecnologia acumula grandes cases de sucesso dentro do setor público, como por exemplo projeto Carioca Digital da Prefeitura do Rio de Janeiro, a modernização tecnológica do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), a parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Em 2014, a Vertigo participou do projeto Carioca Digital, que tinha como desafio a criação de uma ampla plataforma de relacionamento e serviços da prefeitura com os cidadãos do município do Rio de Janeiro. Na ocasião, a IplanRio, empresa responsável por prover serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação aos órgãos municipais do Rio de Janeiro, optou pela plataforma Liferay Portal e o projeto foi implementado pela Vertigo, única Platinum Partner da Liferay no Brasil. Você pode conferir mais detalhes desse case de sucesso, aqui.

Em 2016, a Vertigo atuou novamente como implementadora da Liferay como a solução que substituiu a plataforma responsável pela gestão dos portais corporativos, intranet e website do MPRJ. O trabalho de modernização tecnológica teve continuidade em 2019, quando o conjunto de soluções implementadas gerou uma economia em torno de R$ 2,7 milhões aos cofres públicos.

No ano de 2018, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, enfrentava problemas de lentidão no desenvolvimento e manutenção de suas aplicações. Foi quando a Vertigo iniciou a implantação da cultura DevOps, juntamente com a orquestração de containers na RNP. Em apenas alguns meses, o trabalho realizado apresentou resultados muito satisfatórios, tornando a infraestrutura estável, segura, fluida e de fácil manutenção.

Você pode acompanhar esses e outros cases de sucesso baixando os nossos materiais e conhecer um pouco mais sobre o trabalho que a Vertigo desenvolve há mais de duas décadas com excelência no setor público e privado.

Você está pronto para a Transformação Digital?

A Vertigo está preparada para superar grandes desafios e tem a experiência na atuação de grandes projetos do setor público e privado, implementando soluções inteligentes alinhadas com o que há de mais moderno no mundo da tecnologia.

Entre em contato com o nosso time de especialistas e adote a Transformação Digital para fazer parte do seu dia a dia. Grandes projetos nascem a partir de uma mudança na cultura organizacional e teremos o prazer em ser o seu braço direito nesse processo.


Author avatar
Marketing Vertigo