preloader

Sistemas Legados e Nuvem: Estratégias para Otimização de Recursos

Muitas empresas encontram-se aprisionadas em sistemas legados, seja pela falta de alternativas que atendam às suas necessidades ou pelo receio de migrar para novas soluções, enfrentando possíveis instabilidades. No entanto, até sistemas mais antigos podem ser revitalizados e atualizados para enfrentar os desafios atuais.

Apesar de não terem nascido na nuvem, as empresas devem aproveitar os benefícios do modelo “cloud-native”, um termo que tem ganhado destaque recentemente no mundo da tecnologia. A busca por esse modelo, que oferece escalabilidade e flexibilidade, está a tornar-se uma tendência.

Contudo, existe uma conceção errada de que apenas empresas nativas da nuvem podem ser consideradas verdadeiramente “cloud-native”, o que não deve ser um veredito para as empresas que operam ou começaram as suas operações noutras estruturas. A chave aqui é a adaptação.

A realidade é que a sua empresa pode não ter nascido na nuvem, mas isso não a impede de colher vantagens ao migrar para ela. A gestão de um ambiente híbrido, integrando tecnologias tanto no local como em nuvem, e combinando elementos legados com os modernos “as-a-service”, é a base para construir uma infraestrutura operacional robusta. Essa base é construída sobre os pilares da computação, armazenamento, rede e aplicações.

Dentro deste contexto, ganhar agilidade para responder às exigências dos clientes, otimizar fluxos de trabalho, ter flexibilidade para expandir ou reduzir recursos conforme a procura e estar pronto para implementar estratégias rapidamente tornam-se os fundamentos da Transformação Digital.

Dominar a capacidade de utilizar dados de forma eficaz para planear e executar ações é o que distingue líderes do mercado, independentemente de onde a jornada digital das suas empresas começou.

O Impacto da Nuvem nos Sistemas Legados

Manter e atualizar sistemas legados são imperativos na busca pela relevância e competitividade. À medida que uma empresa cresce, o seu fluxo de trabalho torna-se mais complexo e as suas necessidades tecnológicas diversificam-se. A integração de sistemas legados com soluções contemporâneas não só simplifica as operações, mas também impulsiona a eficiência e a produtividade.

Construir e aplicar sistemas automatizados que sejam sólidos e escaláveis tornou-se crucial para as empresas à medida que crescem no mercado. Isso deve-se ao facto de que, à medida que ganham mais terreno, também precisam lidar com uma quantidade cada vez maior de dados. E, para processar esses dados com segurança, é necessário ter recursos adequados.

É neste contexto que a manutenção dos sistemas legados ganha uma importância fundamental. Não se trata apenas de torná-los compatíveis com as soluções mais recentes, mas sim de aproveitar ao máximo as suas capacidades para melhorar os processos de trabalho.

Além disso, essa prática desempenha também um papel crucial na proteção das plataformas antigas contra ameaças. Afinal, quando os sistemas legados não são atualizados, podem tornar-se vulneráveis a ataques de pessoas não autorizadas, representando um risco que nenhuma empresa pode ignorar nos dias de hoje.

Manter esses sistemas atualizados não só melhora as operações diárias, mas também atua como uma medida preventiva de segurança. Isso cria uma camada adicional de proteção, ajudando a manter os dados e os processos de negócios seguros contra potenciais ameaças. Portanto, a atualização dos sistemas legados não é apenas uma questão de eficiência, mas também é essencial para manter a cibersegurança em dia.

Na realidade, existem diversas razões para “reparar” os seus sistemas legados. O custo real de operar esses softwares é um dos principais fatores.

Em 2019, o governo federal dos Estados Unidos direcionou 80% do seu orçamento de Tecnologia da Informação para operações e manutenção. Esses gastos estavam principalmente associados aos sistemas legados mais antigos, o que levantou questões sobre eficiência, cibersegurança e riscos operacionais. Para contextualizar, apenas 20% dos recursos de TI foram alocados para Desenvolvimento, Modernização e Aprimoramento.

Tendências de Gastos em Infraestrutura de Nuvem

Segundo o relatório “Worldwide Quarterly Enterprise Infrastructure Tracker: Buyer and Cloud Deployment” da IDC, os gastos em infraestrutura de computação e armazenamento para implementações em nuvem aumentaram 14,9% em comparação com o ano anterior no primeiro trimestre de 2023, totalizando 21,5 mil milhões de dólares. Os gastos em infraestrutura em nuvem continuam a ultrapassar o segmento não em nuvem, que diminuiu 0,9% no mesmo período, para 13,8 mil milhões de dólares.

A procura por infraestrutura em nuvem partilhada cresceu consideravelmente, atingindo 15,7 mil milhões de dólares no primeiro trimestre, um aumento de 22,5% em comparação com o ano anterior. A IDC prevê um crescimento contínuo na procura por esta categoria, que deverá superar os gastos em infraestrutura não em nuvem em 2023. Por outro lado, os gastos em infraestrutura em nuvem dedicada diminuíram 1,5% em relação ao ano anterior no trimestre, atingindo 5,8 mil milhões de dólares.

Para o ano de 2023, a IDC estima um crescimento de 7,3% nos gastos em infraestrutura em nuvem, totalizando 96,4 mil milhões de dólares. Enquanto isso, a infraestrutura fora da nuvem deve ter um declínio de 6,3%, atingindo 60,4 mil milhões de dólares. A infraestrutura em nuvem partilhada deverá crescer 8,4%, chegando a 68 mil milhões de dólares, enquanto os gastos em infraestrutura em nuvem dedicada devem crescer 4,8%, alcançando 28,4 mil milhões de dólares em 2023.

A IDC destaca que esta previsão de crescimento moderado reflete a expectativa de desafios macroeconómicos significativos e uma procura reduzida, mas a demanda pela nuvem continua impulsionada pela modernização, foco nas operações e crescimento contínuo na busca dos consumidores por serviços digitais.

Estes números reforçam a tendência crescente de adoção da nuvem como uma estratégia viável para otimizar recursos e melhorar a eficiência empresarial.

Otimização de Recursos com a Utilização de Ambos os Sistemas

A questão da otimização de recursos é um tópico crucial para as empresas que procuram eficiência e competitividade. A interação entre sistemas legados e soluções em nuvem oferece uma abordagem estratégica para alcançar esses objetivos. Vamos explorar como essa integração pode trazer benefícios substanciais para as organizações em diferentes aspectos.

Maximização de Investimentos Existentes

Integrar sistemas legados com tecnologias em nuvem permite que as empresas tirem o máximo proveito dos investimentos já realizados nos seus sistemas mais antigos, evitando custos excessivos com a substituição total de infraestruturas existentes.

Escalabilidade Sob Demanda

A capacidade de escalabilidade das soluções em nuvem é incomparável. Ao integrar sistemas legados com serviços em nuvem, as empresas podem facilmente expandir ou reduzir os seus recursos de acordo com as flutuações na procura, evitando investimentos desnecessários em infraestruturas fixas.

Eficiência Operacional Aprimorada

A integração bem-sucedida entre sistemas legados e nuvem pode simplificar fluxos de trabalho e processos, resultando em maior eficiência operacional. A automação e a centralização de dados podem reduzir erros e agilizar as operações.

Aproveitamento de Novas Capacidades

As soluções em nuvem oferecem uma série de recursos modernos, como análise avançada de dados e aprendizado de máquina. Integrar essas capacidades com sistemas legados permite que as empresas adotem tecnologias de ponta sem interromper as suas operações existentes.

Segurança Reforçada

A migração para a nuvem frequentemente suscita preocupações de segurança. No entanto, integrar sistemas legados com soluções em nuvem pode criar um ambiente mais seguro, aproveitando os recursos de segurança cibernética dessas plataformas modernas.

Agilidade nos Negócios

A integração entre sistemas legados e nuvem capacita as empresas a serem mais ágeis nas suas operações. Isso é vital num ambiente de negócios em constante mudança, permitindo uma rápida adaptação às novas exigências e oportunidades.

Em resumo, ao combinar a robustez dos sistemas legados com a agilidade e flexibilidade da nuvem, as empresas podem criar uma infraestrutura tecnológica que otimiza recursos, estimula eficiência e prepara o terreno para a inovação contínua.

A chave reside numa estratégia de integração bem planeada e executada, alinhada com os objetivos e necessidades específicos de cada organização. Isso coloca as empresas numa posição sólida para enfrentar os desafios tecnológicos atuais e futuros, garantindo uma vantagem competitiva duradoura.

Vertigo: Especialistas em Migração para a Nuvem

Na busca incessante pela inovação e agilidade, a Vertigo consolida-se como a força motriz da migração para a nuvem através da sua experiência em computação em nuvem e DevOps. Mais do que uma simples mudança tecnológica, trata-se de uma revolução na forma como as empresas operam. Oferecendo resultados rápidos e tangíveis, a Vertigo catalisa a transformação, capacitando a TI corporativa a tornar-se um epicentro de inovação e mudança organizacional.

Em apenas uma semana, a Fast Consulting da Vertigo ilumina o caminho em direção à transformação “cloud-native”. Guiados por especialistas, mergulhamos numa análise profunda, mapeando a situação atual e desejada do seu negócio, e construímos um roteiro de ações a curto e longo prazo. O modelo de maturidade do mercado é a nossa bússola, e através desta jornada, você descobrirá onde o seu negócio está e como subir os degraus da inovação.

Testemunhe a revolução acontecer com pipelines automatizados, GitOps, entrega contínua, observabilidade e provisionamento automatizado de infraestrutura. Nesse processo, o antigo renova-se, revelando grandes potencialidades adormecidas.

Mas a jornada em direção à modernização não precisa necessariamente ser uma maratona. Através do DevOps Lighthouse da Vertigo, comece gradualmente com um projeto ágil de baixo custo e altamente mensurável. Com uma equipa enxuta de desenvolvimento e operações, você experimentará uma transformação organizacional a curto prazo, essencial para orientar decisões e estratégias mais amplas.

Na Vertigo, não só abraçamos a migração para a nuvem, mas também a lideramos com maestria. A nossa experiência é a base do seu sucesso, e a nossa paixão pela transformação digital é o combustível que acelera a sua jornada. Junte-se a nós e descubra como as suas operações podem transformar-se, como os sistemas legados podem ser facilmente resolvidos e como a nuvem pode ser uma alavanca para a inovação!

Clique aqui e entre em contacto com os nossos especialistas para agendarmos uma conversa.

 

Se você ama tecnologia e gosta de se manter atualizado, inscreva-se no nosso blog!
Você também pode se interessar por...
contato

Vamos bater um papo?
Estamos aqui para te ajudar_