O Futuro das APIs nos negócios

O Futuro das APIs nos negócios

A forma como a tecnologia muda a lógica das nossas vidas é impressionante. Atualmente estamos tão imersos na Era Digital que é impossível executar (arrisco dizer) qualquer coisa sem uso de smartphone e internet. A tecnologia também mudou a lógica de se fazer negócios. Para discutir sobre o assunto falaremos neste texto sobre uma grande protagonista da pauta Tecnologia: As APIs.

É tão grande o avanço da tecnologia que, inclusive, vem alterando o papel dos times de TI nas empresas. Ainda não é possível generalizar esse movimento, pois ainda há empresas que optam pelas maneiras mais tradicionais de cuidar de seus setores tecnológicos. Isso ocorre por falta de capacidade de investimento ou simplesmente devido à ausência de coragem de mudar.

No setor financeiro, há um movimento que começa a fazer (de maneira forçada, talvez) com que a TI se mova.

Nos tempos atuais, um departamento de TI moderno e ágil precisa ser mais estratégico do que operacional. Para que isso ocorra, precisamos focar em maneiras de retirar complexidades das operações de TI. Quanto a isso, as APIs ajudam muito,  proporcionando a possibilidade de novos negócios, conforme veremos a seguir. Os argumentos a seguir podem ser fundamentais para você que está elaborando uma estratégia de negócio. Continue com a gente!

As APIs e as Plataformas de Pagamento

Um setor que tem mudado bastante sua lógica de atuação graças as APIs é o setor financeiro. O Nubank, por exemplo, é resultado da onda de modernidade, na qual um sistema de cartões de crédito pode ser contratado e gerenciado por meio de um app.

Vimos em conteúdos passados sobre APIs que elas são bastante utilizadas em nossos processos de compra, integrando o site de um produto à uma operadora de pagamento como cartões de crédito e bancos.

As APIs estão evoluindo e mudando nossa experiência de pagamento. Isso traz a reboque as exigências de clientes, que demandam serviços de pagamento digital que sejam seguros, interconectados e inteligentes. Isso tudo está sendo possível graças a uma abordagem de API First.

Mas o que é API First?

Na abordagem API First, a camada de API é construída primeiro, antes que haja uma demanda para isso. Essa estratégia permite que sites e aplicativos em várias plataformas sejam construídos em cima das mesmas condições básicas. Isso permite que os desenvolvedores de aplicativos alcancem rapidamente assinantes ou usuários em muitos dispositivos diferentes.

O upgrade nas plataformas de pagamento com as APIs

As APIs garantem vantagem competitiva e permitem excelentes soluções de pagamento, além de fomentar um ecossistema de negócios.

As empresas de pagamento costumam adotar uma estratégia de API em três estágios:

1 – Abertura das APIs “one-to-one”

2 – Abertura de acesso de API para parceiros

3 – API pública, testando canais de receita com desenvolvedores externos

Essas estratégias elaboradas de maneira correta garantem benefícios, conforme veremos a seguir.

Eficiência

O uso de APIs de maneira antecipada adiciona eficiência ao desenvolvimento geral de produtos. Em primeiro lugar, as APIs permitem reduzir significativamente os custos e o tempo de execução de um determinado serviço. Isso é crucial, dadas as necessidades dos clientes que mudam rapidamente.

As APIs também diminuem a dificuldade de escalabilidade de aplicativos. Você pode adicionar novas funções simplesmente adicionando ou removendo APIs. Além disso, é possível aprimorar seu produto internamente por meio de APIs, permitindo que qualquer desenvolvedor com novas ideias misture rapidamente suas APIs existentes para oferecer novos recursos e produtos.

Agilidade e Flexibilidade

Agilidade e custo são palavras chave em nossas vidas. Os produtos expostos via APIs são facilmente personalizáveis, pois separam o front-end e o back-end. Dentro deste último, muitas vezes, é possível alocar vários serviços, o que permite uma enorme flexibilidade.

Monetização

Existem diferentes maneiras de ganhar dinheiro usando APIs. Alguns provedores cobram dos desenvolvedores toda vez que acessam uma API, com taxas diferentes com base no tipo de API ou frequência que o provedor a acessa.

Outros pagam desenvolvedores por cada clientes extras que eles trazem ou por vendas geradas. Por fim, alguns criaram esquemas de compartilhamento de receita adaptados ao aplicativo.

Cada uma dessas abordagens oferece uma vantagem de receita para uma plataforma que se abre.

Concluindo

As APIs são revolucionárias não é mesmo? São infinitas as possibilidades que elas oferecem para a construção de ecossistemas de negócios.

A essa altura do nosso conteúdo você provavelmente já está convencido dos benefícios das APIs. É hora de avançar nos seus conhecimentos sobre API. Estamos disponibilizando um super material que vai te dar uma visão bastante estratégica sobre esse assunto importantíssimo: Como criar uma visão única do cliente usando APIs! Clique na imagem abaixo para ter acesso ao material.

Criando uma Visão Única com API