A importância das APIs para o Marketing Digital

MarketingHub2-01
API no Marketing Digital

Quem convive com o mundo do desenvolvimento de software e novas soluções tecnológicas provavelmente sabe o que é API. Esse tipo de código faz com que sistemas diferentes troquem informações, permitindo a um deles que use o outro como base para o seu funcionamento. Com essa simples possibilidade, uma API abre novas oportunidades para negócios. Não é necessário ser um desenvolvedor para aproveitar esse mercado: especialistas em marketing digital já sabem que é possível aproveitar essa solução na publicidade.

Com a mudança do foco publicitário e o uso cada vez mais comum de ads dentro de redes sociais e aplicativos, saber como usar uma API para favorecer o seu negócio e sair na frente é essencial. Nesse post vamos mostrar como essa tecnologia e a publicidade estão relacionadas e porque isso é importante. Acompanhe!

Mais importante do que definir a diferença entre os modelos é entender que existem formar de monetizar parte das suas informações. Falando de forma objetiva, ambos os modelos caminham para a mesma direção, ou seja, querem fazer com que um potencial cliente e se transforme em cliente. A diferença fundamental está em como cada um vai fazer essa conversão.

Formas do Marketing usar APIs

Publicidade Online:  é estritamente preocupada com monetização imediata de um conteúdo. APIs como as do Google AdSense, Amazon Mobile Ads, Bing Ads e outros estão preocupados com a geração de anúncios em redes para em seguida mostrar a um cliente.

Podemos ver este conceito básico sendo aplicado no YouTube através da monetização de vídeo – um produtor de conteúdo cria um vídeo, e elege para rentabilizar. Esta escolha, chama uma API que permite a partir de uma base de dados à criação de anúncios em categorias gerais como “esportes” ou “jogos”, e isso vai respeitar tamanhos especificados e posições que forem definidas. A API, em seguida, chama esses anúncios de um servidor de streaming que está separado, e assim, integra ao vídeo. A receita é divida entre o sistema de parceria com o Google e o produtor de conteúdo do  YouTube.

Marketing Online: faz isso de uma maneira mais específica e algumas vezes até mais eficaz. APIs para marketing, como a API do Instagram anúncio, o Twitter API, e Ad Facebook API, utiliza os dados dos clientes para criar um perfil de potencial interesse em produtos e serviços. Isso pode ser feito de uma forma não explícita, como a entrega de um produto de um parceiro no topo dos resultados de pesquisa quando um usuário procura por um item como “empresa de software”. Da mesma forma, isso pode ser feito de forma transparente, através de uma listas de “empresas relevantes” com links para produtos de parceiros semelhantes e produtos vistos recentemente em uma loja.

Outra iniciativa é se uma empresa conseguir integrar seu sistema de pedidos, buscando informação, diretamente dos sites de empresas aérea, consegue imaginar a quantidade de novos clientes que podem ser gerados por meio dessa iniciativa? É isso o que a Decolar.com faz, as APIs já foram percebidas pelo mercado como poderosas fontes de receitas e, caso o seu negócio ainda não tenha prestado atenção nessa oportunidade, é melhor interessante repensar suas estratégias de geração de leads.

Publicidade mais direcionada

Se você prestou atenção às novidades em Big Data nos últimos 10 anos, sabe que hoje as empresas têm informações importantes sobre seus usuários, leitores, e espectadores na internet. Isso faz com que elas consigam direcionar anúncios melhor do que qualquer formato tradicional, e possam oferecer um ROI muito maior para os anunciantes. 

Em 2013 o Twitter começou a trabalhar com uma API para publicidade, e desde então continuou desenvolvendo ferramentas para que ela consiga ser mais integrada à plataforma principal, podendo direcionar anúncios aos usuários finais mais interessantes. A empresa tem acesso a bilhões de tweets que moldam preferências e gostos de seus usuários, e consegue aproveitar essas informações na hora de trabalhar com outras soluções através da sua API.

Outra gigante das redes sociais, o Facebook, permite um direcionamento personalizado junto às soluções que trabalham com Big Data. A API do Facebook Ads permite que anunciantes consigam direcionar anúncios para pessoas que já são conhecidas pela marca, como grupos específicos ou usuários que já acompanham e curtem a página da sua empresa, e também aproveitam as oportunidades oferecidas por Big Data para expandir os ads.

Mais controle e automatização

Não é só o direcionamento que se beneficia: trabalhar com uma API para a publicidade também permite mais controle dos seus anúncios e facilita a compra e distribuição de novos ads. No Facebook, por exemplo, a API também permite uma integração com uma plataforma onde o anunciante pode comprar, programar, e distribuir novos anúncios de acordo com a sua preferência.

Outra vantagem de trabalhar com uma API na publicidade é a possibilidade de analisar melhor o engajamento e os resultados da campanha: algumas ferramentas de análise internas – como a que é incluída no Facebook – não permitem a criação de gráficos e formas visuais e intuitivas de mostrar os dados coletados. Através de uma API, é possível integrar essas informações com outras plataformas, e analisar de maneira mais efetiva os resultados e o ROI da agência de marketing digital, por exemplo.

Oferecer espaço para anunciantes

Além de oportunidades para anunciar em diferentes sites, redes sociais e apps, trabalhar com uma API na publicidade também é uma idéia explorada por times de marketing digital na busca por fazer blogs e outras páginas gerarem renda. Enquanto as redes sociais cedem espaço e lucram com planejamento de campanhas, um site pode fazer o mesmo ao permitir a integração de APIs de empresas como o Google, ou até mesmo diferentes tipos de e-commerce como a Amazon. 

Dessa forma, é possível identificar o nicho dos visitantes de um blog e as empresas integradas conseguem anunciar produtos ou serviços que são pertinentes aos seus leitores ou espectadores. Em muitos serviços, como no YouTube, isso já está incluído e apenas pede uma ativação, mas para desenvolvimentos independentes é necessário utilizar uma API que permita essa comunicação.

Experimente ferramentas que possam unir a publicidade e APIs, teste diferentes soluções voltadas a ads, e continue analisando os resultados para conseguir alcançar o sucesso da sua campanha.

E você, está pensando em adotar alguma solução de API? Está estruturando algum projetando e quer ajuda de um especialista? Converse conosco, a Vertigo é parceira oficial da WSO2 e Mulesoft aqui no Brasil e temos uma longa experiência em projetos dessa natureza.