11 tendências de TI para 2019 (E para além disso)

11 tendencias de ti 2018

Você sabe quais são as onze tendências de Tecnologia da Informação que já são uma realidade e impactarão as empresas? Eu vou te adiantar: DevOps é uma delas.

É importante ressaltar que as empresas que não se atualizarem acabarão perdendo competitividade. Nesse artigo você confere quais são essas tendências tecnológicas e quais suas características. Boa leitura!

DevOps

DevOps é um conjunto de práticas, ferramentas e cultura que têm como características promoção da agilidade da entrega de software com qualidade, estabilidade e escalabilidade.

Práticas de DevOps incluem integração e entrega contínuas, testes automatizados e uma significativa transferência de responsabilidades para as equipes de projetos que outrora eram atribuições de equipes de operações (infraestrutura). DevOps resulta na eliminação de constantes atritos entre os desenvolvedores de sistemas e profissionais de operações e infraestrutura, resultando em significativo ganho de produtividade.

Ferramentas de DevOps compõem toda uma esteira de construção, testes automatizados, integração e entrega contínuas. Estas diversas ferramentas são integradas e cuidam de versionamento de fontes, construção automatizada, análise de código, requisições de mudanças, testes automatizados, etc.

Cultura de DevOps significa o empoderamento das equipes de software, constante busca pela automação de tarefas e agilidade.

Tradicionalmente desenvolvedores trabalham pressionados para entregar as funcionalidades (valor) enquanto profissionais de operações são cobrados por estabilidade. Com ciclos de entrega cada vez mais curtos (em TI o prazo é sempre “para ontem!”) o atrito entre estas equipes é inevitável.

Por essa razão DevOps vem para solucionar, pois seus processos, ferramentas e cultura modificam os papéis das equipes de desenvolvimento de softwares e de operações da TI. Essa metodologia possibilita que os projetos de software tenham mais soberania para tomada de decisões e sejam capazes de operar com uma esteira de construção e entrega automatizada que garante a qualidade do software pela execução de testes automatizados.

Com isso, os profissionais da operação podem propor soluções para os desenvolvedores. Já os desenvolvedores conseguem compreender mais como as operações trabalham e como elas devem trabalhar para atender melhor o negócio.

Inteligência Artificial

Uma das tendências de Tecnologia da Informação que está em ascensão é a Inteligência Artificial. Ela trabalha com automação inteligente. Dessa forma, é um campo a ser explorado pelos fabricantes de tecnologia até, no mínimo, 2020.

A IA trabalha com a criação de dispositivos capazes de simular a nossa capacidade de raciocinar, perceber, resolver problemas e fazer escolhas. Em resumo, é como se a IA imitasse a capacidade dos humanos de ter inteligência.

Considerando a Inteligência Artificial uma automação inteligente, podemos citar exemplo de aplicação dessa tecnologia, como o o Google e o Watson da IBM.

Aplicativos inteligentes e analytics

Os aplicativos inteligentes e analytics também chegam de forma a automatizar os serviços. A ideia não é utilizá-los para que eles substituam os humanos, mas sim, para que eles aumentem a produtividade humana.

Dessa forma, será possível automatizar a criação de dados, a descoberta de insights e a troca de informações para diversas empresas.

Coisas inteligentes

As coisas inteligentes são elementos capazes de interagir, de forma natural, em diferentes ambientes e com uma gama de usuários.

Como exemplo dessas coisas inteligentes, podemos elencar os drones, os robôs e os carros automatizados. Esses objetos se conectam com a internet, aumentando a interação entre os usuários.

Gêmeos Digitais

Os Gêmeos Digitais são vistos como uma solução com uma gama de vantagens para melhorar os processos de criação, teste e correção na fabricação de novos itens. Eles nada mais são que uma cópia virtual de processos que são reais.

Isso quer dizer que, da mesma forma que um novo produto é desenvolvido no mundo físico, sua criação também acontece no mundo virtual. Dessa forma, é possível realizar testes e análises antes do produto chegar ao mundo real. Assim, os Gêmeos Digitais trazem diversas vantagens:

  • Diminuição do tempo de produção
  • Redução custos
  • Ampliação a capacidade de adaptação
  • Melhora a previsibilidade de ganhos
  • Aprimoramento da previsão de riscos e a correção de erros

Extremidades da nuvem

As extremidades da nuvem, mais conhecido como Edge Computing, é definida quando se traz parte do processamento da nuvem para a ponta.

Isso é uma tendência porque o Edge Computing realiza uma triagem dos dados, fazendo com que alguns já sejam processados localmente.

Dessa forma, o tempo de processamento da nuvem diminui.

Plataformas de conversação

Essas plataformas de conversação permitem uma mudança na forma como os humanos interagem com o mundo virtual. Isso facilita a comunicação entre os humanos e as máquinas.

Essa interação acontece porque hoje a gente faz programação de forma estruturada.

Daqui algum tempo, a interface será tão intuitiva que você conseguirá fazer diversos serviços complexos de forma rápida e intuitiva.

Experiência imersiva

Por meio de algum aparelho você conseguirá entrar em uma realidade virtual, podendo visualizar um outro mundo e interagir com ele. Essa tecnologia ainda está em fase inicial, mas as empresas de TI a veem como uma tendência a ser explorada.

Uma área que já traz essa experiência imersiva é a dos jogos digitais, que permitem que você acesse mundos imaginários. Algumas empresas fabricantes de smartphones também fabricam alguns gadgets que proporcionam este tipo de experiência. São os chamados VR e o AR para otimizar as suas tarefas.

Blockchain

O Blockchain está em evidência por causa do crescimento das criptomoedas, mas seu uso é bem mais genérico. Essa tecnologia torna o registro de transações mais seguro. Isso porque essa tecnologia inovou na maneira de registrar informações, propiciando uma nova forma de trabalhar com dados na web.

Porém, não é apenas nesse mercado de criptomoedas que o Blockchain pode ser utilizado. Áreas como a da saúde e cartório, também podem investir em Blockchain.

Isso porque essa tecnologia permite que haja um registro de toda a movimentação de dados, fazendo com que a segurança e a confiabilidade sejam maiores.

Eventos de negócios

Em resumo, os eventos de negócios são basicamente tudo que fazemos eletronicamente, por meio das tecnologias citadas anteriormente. Essa junção de tecnologias faz com que processos como uma transferência bancária se tornem mais seguros.

Porém, para que essa tecnologia dê certo, é necessário que a infraestrutura da TI se desenvolva ainda mais, tanto na parte de infraestrutura, quanto na parte de software e cultura.

Adaptação contínua do risco e da confiança

Essa tecnologia permite que os usuários fiquem avaliando continuamente situações de risco. Dessa forma, a equipe de segurança consegue ter uma tomada de decisões de forma mais rápida, avaliando os riscos em tempo real.

Espero que você tenha entendido porque o DevOps e as outras dez tecnologias apresentadas nesse artigo já são uma realidade para as empresas. Estamos sempre trazendo informações legais como essa em nosso blog. Ficaríamos muito contentes em ter você em nosso newsletter!

Até mais!