10 tendências do DevOps para se prestar atenção em 2020

Para onde o DevOps está indo este ano? Vamos examinar as principais tendências em torno de tópicos como: treinamento, métricas e ferramentas.

Em 2019, vimos inúmeras iniciativas bem-sucedidas de DevOps em empresas de todos os tamanhos. Se você esteve envolvido em alguma delas, parabéns! Mas o que podemos esperar para o futuro do DevOps em 2020?

Expressando as impressões dos principais líderes de pensamento da comunidade DevOps em todo o mundo, seguem as principais dez tendências que moldarão o ano corrente:

1. O Agile e o DevOps aumentarão a colaboração entre tecnologia e funções de negócios

Agile e DevOps são dois movimentos populares que começaram dentro da área de tecnologia, em muitos casos não conseguindo se desvencilhar dela. A metodologia Agile, no entanto, conseguiu ser adotada em outras funções, incluindo finanças, recursos humanos, compras e marketing, e alguns líderes seniores estão cada vez mais convidando suas organizações inteiras a se tornarem ágeis. Este movimento, por outro lado, até o momento parece não ter ajudado muito a comunidade tecnológica a unir forças com seus colegas nessas outras funções. Devido à pressão competitiva que o mundo digital está exercendo sobre as organizações, em 2020, a previsão é de que começaremos a observar uma maior colaboração entre as funções – com a agilidade sendo ponto de partida das conversas.

Por isso, se este for o seu caso, comece incentivando as suas equipes a conversar com pessoas de diferentes funções sobre suas experiências usando métodos ágeis. Algumas perguntas úteis incluem: Como você está utilizando esses métodos? O que você está fazendo? O que está mudando para você? Quais problemas você tem? Como podemos trabalhar juntos para ajudar a resolver alguns desses problemas? Essas perguntas ajudarão pessoas de diferentes funções a se conhecerem como indivíduos, e a colaboração certamente melhorará.

 

2. Treinar e melhorar as habilidades de DevOps se tornará uma prioridade organizacional

O DevOps requer a experimentação de novas tecnologias. Uma pesquisa recente realizada com empresas, pelo Instituto DevOps, revelou que 55% dos participantes preferem contratar suas equipes de DevOps de dentro da organização. Infelizmente, muitas empresas não possuem as habilidades necessárias para fazer isso, e a contratação de novas pessoas pode não ser possível devido a restrições de orçamento. Neste cenário, uma abordagem possível é criar universidades corporativas, para treinamento interno. Esta medida foi tomada pela empresa de serviços de entrega “FedEx”. A empresa sabia que não possuía habilidades adequadas em seu conjunto de talentos de engenheiros e isto levou seu CIO a iniciar o “FedEx Cloud Dojo”, que ensina aos seus próprios engenheiros o moderno desenvolvimento de software e tecnologias e funciona como uma universidade para a FedEx. A universidade capacitou mais de 2.500 programadores de software.

As organizações que desejam usar o DevOps para ajudar a promover sua transformação digital devem fazer melhorias drásticas no treinamento, no aprendizado e no aprimoramento de habilidades essenciais para o DevOps. E a previsão é que haja uma busca mais proativa disso no ano de 2020.

 

3. A qualificação e a qualificação cruzada levarão à ascensão do profissional em forma de T

Reconhecendo o mercado de talentos, as organizações e indivíduos tendem a investir pesadamente em qualificação e cross-skill, a fim de atender a demandas aceleradas por novas habilidades. Embora todos os profissionais de TI precisem se tornar mais competentes em vários domínios, os desenvolvedores, em particular, precisarão adicionar uma nova amplitude ao seu portfólio de habilidades, em áreas como teste, conteinerização, infraestrutura, IA e segurança.

Também haverá uma ênfase mais forte nas habilidades básicas (flexíveis), como empatia, experiência do cliente e colaboração. Os silos estão começando a diminuir em muitas áreas, e a necessidade é de que todos se tornem profissionais em forma de T – ou seja, com profundidade e amplitude de conhecimento – para permitir e apoiar a inovação.

Todo esse treinamento e colaboração entre as partes levarão mais trabalhadores a desenvolver novas habilidades técnicas e profissionais e qualidades pessoais, adicionando nova profundidade e capacidades aos indivíduos de suas equipes.

 

 

4. Mais equipes mudarão a mentalidade de “trabalho realizado” para “valor entregue”

O Mapeamento do fluxo de valor pode ajudar a mudar a maneira como suas equipes pensam sobre a definição do trabalho concluído, que parte de “eu fiz meu trabalho” para “o valor é entregue”. Essa é uma das maneiras mais eficazes de mudar comportamentos e colocar as suas equipes para pensar no ciclo de vida de ponta a ponta, dos projetos em que eles estão trabalhando. É por esse motivo que a adoção do Gerenciamento do fluxo de valor é crítica em 2020. Com ele, será permitido automatizar os resultados do Mapeamento do fluxo de valor para o monitoramento contínuo do progresso. Isso irá permitir que uma equipe conecte todas as partes do complexo DevOps, unindo um conjunto de ferramentas com dados derivados do sistema, baseados no tempo do ciclo. As equipes que adotarem o Gerenciamento do fluxo de valor em 2020 poderão basear seus próximos experimentos de melhoria em decisões e prioridades baseadas em dados.

Ciclo de vida do DevOps em forma de infinito, para exemplificar o gerenciamento de fluxo.

Ciclo de vida do DevOps – Gerenciamento do fluxo

 

5. A “guerra” das ferramentas vai piorar antes de melhorar

O número de ferramentas e estruturas em tecnologia é assustador. Os desafios que as equipes de TI enfrentam para entender, interconectar e aplicá-las continuarão existindo e, em 2020, não há uma solução real à vista.

A concorrência na cadeia de ferramentas do DevOps também é feroz e florescente. Eventos e conferências são preenchidos com sessões de tecnologia e práticas recomendadas. Livros, blogs e vídeos estão inundando as caixas de entrada de e-mails, e os líderes estão ansiosos para compartilhar seus conhecimentos. Além disso, estão surgindo mais ferramentas de código aberto para integrar novas tecnologias.

Para sobreviver aos desafios da complexidade, está se tornando cada vez mais importante ter uma estratégia de automação. Enquanto você trabalha para desenvolver isso, não perca de vista os problemas reais que está tentando resolver e como chegar lá, aproveitando suas próprias equipes.

 

6. O DevOps se tornará mais mensurável e as métricas serão mais bem definidas

“O que é medido é gerenciado.” Essa citação ainda é válida, mais de 60 anos depois que Peter Drucker a referenciou em seu livro “The Practice of Management”. O que todos nós queremos evitar, no entanto, é medir por métricas.

Nos próximos anos de DevOps, as métricas de melhoria contínua que conhecemos hoje continuarão sendo as principais que importam. Em 2020, esperamos que mais organizações concordem sobre o que exatamente deve ser medido, adotando mais essas métricas. Aqueles que procuram suporte podem se apoiar nas métricas de desempenho descritas na pesquisa do DevOps Research and Assessment (DORA), que cita cinco medidas de Entrega de Software e Desempenho Operacional (SDO), que podem ser usadas como indicadores principais de sucesso para equipes de DevOps de alto desempenho. Os principais parâmetros de referência do relatório fornecem orientação sobre as áreas em que as equipes devem melhorar em 2020. A seleção dessas métricas principais e a preenchimento de dados fornecerão informações sobre o valor e a jornada do DevOps.

 

7. As equipes de DevOps ganharão mais e experimentarão maior satisfação no trabalho

Os funcionários que seguirem o caminho do DevOps em 2020 verão benefícios diretamente em termos de remuneração e na satisfação no trabalho. A automação permitirá que os funcionários trabalhem em uma atividade que agrega mais valor, em vez de tarefas manuais comuns, resultando em maior satisfação no trabalho e níveis de estresse reduzidos. Em particular, os engenheiros de DevOps que direcionam o seu trabalho de automação e colaboração para uma entrega aprimorada de software podem esperar que seu salário seja significativamente maior do que os colegas de funções tradicionais, como administradores de sistemas.

Os investimentos em treinamento e certificações também afetam positivamente a qualidade do trabalho e, portanto, podem melhorar os resultados dos negócios. Por sua vez, isso pode finalmente mudar a equação do valor em mais organizações e dar à TI mais assentos estratégicos na mesa. Certamente isso criará uma melhora em como outras áreas funcionais trabalham com TI, tanto agora quanto no futuro.

8. Pode haver gerenciamento de serviços e reunificação do DevOps

Com o recente lançamento do ITILv4, 2020 será um ano interessante para as organizações que adotam DevOps e estruturas de gerenciamento de serviços. O desenvolvimento e o gerenciamento de produtos de software precisam de técnicas ágeis, com foco na co-criação de valor de forma a reduzir o desperdício. DevOps, gerenciamento de serviços e outras práticas recomendadas como o SRE podem coexistir para alinhar equipes, atender às demandas das partes interessadas e melhorar o valor entregue.

Como a transformação digital não é alcançada instantaneamente em uma organização, as empresas estabelecidas devem começar com as melhores práticas e metodologias adequadas às suas necessidades, começando de forma pequena, e depois aprendendo e desenvolvendo conhecimentos que aumentem a escala.

 

9. Uma nova geração de TI assume

O número de pessoas que se lembram dos dias que antecederam DevOps está começando a diminuir. A geração mais jovem de funcionários das equipes de TI e DevOps de hoje não se lembra dos silos estritos, com linhas claras em torno de áreas de responsabilidade, como infraestrutura, operações, design de aplicativos, desenvolvimento, testes e segurança. Eles não se lembram de como isso causou muito trabalho de transição entre equipes e grupos. Eles não sabem que os proprietários de produtos, analistas de negócios, arquitetos, desenvolvedores, testadores, gerentes de liberação, administradores de sistema e proprietários de infraestrutura tiveram que concordar e coordenar o planejamento, desenvolvimento, teste, implantação, operação e gerenciamento de um Programas. E se apenas ler essa frase é cansativo, imagine viver isso.

Quando foi comemorado o aniversário de 10 anos do DevOps em 2019, vimos o muro removido entre o Dev e o Ops. Essa é uma razão para todos nós celebrarmos e, em 2020, esperamos ver isso acontecer à medida que mais e mais organizações adotem o DevOps.

 

10. A adoção de IA aumentará muito e as equipes de DevOps devem acompanhar de perto

A IA e o aprendizado de máquina (ML) foram recentemente classificados como as tecnologias empresariais mais importantes da próxima década, de acordo com um relatório recente da ISACA. Ambos desempenharão um papel crítico nas operações de TI de última geração e nas equipes de DevOps. O AIOps dará às equipes de DevOps a capacidade de analisar mais dados mais rapidamente, permitindo que eles aprimorem processos, tarefas e tomadas de decisão importantes. Em 2020, espere ver mais equipes de DevOps adotando essas ferramentas, que automatizam o processamento de volumes rápidos de dados, usam o ML para analisar os dados e têm a capacidade de alavancar o conhecimento para automação ou tomada de decisão.

O mercado de AIOps já ganhou impulso, com 22% das empresas de TI usando ML e ciências de dados como parte de seu trabalho. O cenário de fornecedores é amplo, com uma variedade de líderes. Este ano, o mercado da AIOps continuará sua mudança de um projeto científico para o estágio piloto e experimental.

Ainda resta muito trabalho em 2020 para ajudar no futuro da adoção do DevOps. Isso exigirá mais do que uma concentração em ferramentas e técnicas. As iniciativas do DevOps devem ser registradas como programas de mudança, exigindo tempo, recursos e compromisso prioritário de todos os líderes de negócios. Esperamos que algumas dessas tendências sejam realizadas este ano e que o DevOps seja reconhecido como uma nova maneira de trabalhar.

Preencha o formulário abaixo para conversar com os nossos especialistas em DevOps.


 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *