• Acompanhe as novidades do mundo da TI:       

Monitoramento de Aplicações: Qual a importância para a TI?

Comprovar e garantir a eficiência dos sistemas implementados seja ele qual for, em sua empresa é tão importante quanto implementá-los. Avaliar a performance desses sistemas para obter métricas relevantes que melhorem a entrega da sua solução de negócios, é um diferencial e tanto, que vai ajudar sua empresa a se colocar na frente dos concorrentes seja por performance ou por oferecer uma melhor experiência ao usuário do seu serviço.

Monitoramento de Aplicações é uma forma efetiva de assegurar que os esforços dos  diversos departamentos da empresa estão gerando resultado, pois é possível saber o quanto que cada sistemas está sendo usado e até como que está performando. Cada área tem um KPI diferente que precisa ser monitorado e através desse monitoramento, isso pode ser em tempo real.

Leia mais


Por que devo monitorar a performance online do meu negócio?

Uma das melhoras formas de saber se o seu negócio está trazendo resultados e quais os pontos críticos que necessitam de melhorias é fazendo o monitoramento das atividades, inclusive da performance online das aplicações utilizadas na empresa. No entanto, essa gestão, muitas vezes, é deixada de lado em meio a correria do dia a dia. Pode parecer que não, mas adiar o monitoramento da performance online vai cobrar um preço caro para o seu negócio no futuro. Se você ainda está com receio ou não acredita que essa atividade é tão importante assim, continue lendo o nosso artigo e entenda um pouco mais sobre a sua importância.

Para que serve o monitoramento de performance online?

Leia mais


SEO e Gestão de Performance: por que devem estar sempre unidas?

SEO e Gestão de Performance: por que devem estar sempre unidas? A presença online é uma realidade de grande parte das empresas e as que ainda estão fora deste cenário já buscam opções para sua inserção, normalmente optando por estratégias de marketing digital como mídias sociais, links patrocinados e SEO. Muitos, entretanto, se esquecem da importância de soluções que otimizam os resultados dessas estratégias, como a gestão de performance em sites, portais e e-commerce em geral.
Se o canal digital é uma fonte de receita para você, se preocupe bastante com a Gestão de Performance do seu Negócio, seja ele web ou mobile.  

Leia mais


6 motivos para começar a Monitorar a Performance de suas Aplicações

  Não adianta nada informatizar toda sua empresa e introduzir um sistema ruim, lento ou de difícil usabilidade. Para antecipar esse tipo de cenário da melhor forma possível e evitar retrabalhos e dores de cabeça para sua equipe, o APM (Application Perfomance Monitoring ou Monitoramento de Performance de Aplicações) surge como uma boa alternativa. Por meio dele, é possível analisar como seu time está usando as aplicações corporativas e entender melhor se essas aplicações estão oferecendo problemas ou soluções. Mas as vantagens não param por aí. Elencamos os principais motivos para implementar esse conceito de APM na sua empresa.

Leia mais


Estratégia de API não é estratégia de SOA

Qual a diferença entre API e SOA  

API e SOA são a mesma coisa?

Nos últimos tempos, fóruns e redes sociais têm sido palco de inúmeras discussões acerca da convergência entre a SOA e API. Tudo isso está ligado, aparentemente, ao lançamento do Magic Quadrant for Application Services Governance, um relatório do Gartner, que definiu o termo “Governança de Serviços de Aplicação” como sendo “a união da tecnologia de governança SOA com o gerenciamento API”. Aqui na Vertigo, nós trabalhamos esses conceitos como sendo diferentes, mas que apontam para o mesmo sentido, onde cada um tem a sua missão e se preocupa com objetivos diferentes. Pensando em pacificarmos de vez esta questão, decidimos preparar esse post que explorará os diferentes aspectos da API e de SOA. Veja:

Leia mais


Primeiro a API e depois o Device!

Primeiro API e depois o Device [API FIrst]  

O desenvolvimento de aplicativos vem sendo moldado com tanta intensidade pelas tendências de dispositivos móveis nos últimos anos, que tornou-se comum muitas empresas focarem primeiramente em tablets e smartphones, naquilo que passamos a chamar de “mobile first”.

Embora essa seja uma abordagem acertada para os  dias atuais, uma certa falta de planejamento tem feito com que muitos desenvolvedores passem a repensar suas plataformas em algum momento – por não terem considerado as possibilidades futuras de uso, me refiro a um futuro próximo.

Leia mais


O Governo, os cidadãos e os dados.

smart city A forma como a Administração Pública lida com os dados que tem, e como esses dados são expostos ao público tem um grande impacto não só na transparência mas na qualidade dos serviços disponibilizadas aos cidadãos e até mesmo para as empresas e negócios locais. Esse assunto aponta para o que entendemos como Cidades Inteligentes. Temos um post onde falamos sobre Cidades Inteligentes e o que o Rio de Janeiro está fazendo de diferentes nesse sentido, clique aqui para ler.

Leia mais


Canais

Assine a nossa newsletter:

   


Av. Rio Branco, 151, sala 1002 – Centro
Rio de Janeiro, RJ - Brasil
CEP 20040-911
+55 (21) 2232-0123